Conheça encantos

– por JORGE VALPAÇOS

Ninguém sabia que as vidas daqueles jovens mudariam completamente…

Encantos: amizade, magia e aventura é um rpg que te coloca na pele de adolescentes no auge de seu amadurecimento. Suas vidas já estão repletas de descobertas e dúvidas, correto? Agora pense que eles descobriram que podem moldar a realidade! Legal, não é mesmo? O problema é que estes jovens não terão muito tempo para curtir seus novos poderes. Logo após notarem que podiam criar encantos (os efeitos, os poderes), uma série de eventos bem doidos, como o mundo dos videogames invadindo a realidade, começa a acontecer. E agora apenas eles, de porte de seus canalizadores, poderão proteger o bairro em aventuras pra lá de divertidas!

Nessa.png

Canalizadores e encantos

Para jogar encantos é preciso, para além do manual do jogo e cópias das fichas de personagens e de aventura, 3 dados comuns e 1 acessório como uma pulseira, brinco, pingente ou anel para cada jogador. Pera lá. Como assim?

Tanto o jogador quanto sua personagem devem usar o mesmo acessório, chamado de canalizador de encantos. A manifestação dos poderes das personagens só se realiza com a canalização entre o mundo da aventura e o mundo dos jogadores, e tocar o acessório e interpretar os canalizadores é parte das mecânicas do jogo. Ah! Se o jogador perder o seu canalizador, a sua personagem também perde! Sim, você precisa de um elemento físico que esteja usando/vestindo/manipulando para jogar. E ele é fundamental para o jogo.

Um encanto é uma intervenção na realidade do mundo da aventura feita por meio da criatividade do jogador (que possui uma ideia para agir) em conjunto com a vontade da personagem. Quanto maior o investimento da criatividade e de pontos de vontade (uma das reservas que as personagens possuem), maiores os efeitos dos encantos.

20190202_132546.jpg

As reservas

Cada personagem possui 3 reservas. A reserva de recursos representa os itens que você pode usar para fazer uma ação ou superar um desafio. Por exemplo, você pode encontrar uma chave de fenda útil para alguma ação, pois estava ajudado sua mãe que fazia algum serviço de conserto tendo guardado sem querer em sua mochila.

A reserva de vontade indica sua obstinação, o acreditar em suas próprias capacidades. Você perde vontade em situações de medo ou dúvida, e normalmente gasta estes pontos para conseguir manifestar os encantos. O que é divertido é que o número de pontos de vontade que você gasta em um encanto gera efeitos mecânicos e narrativos diferentes. E isso significa que você pode jogar novamente 1 dado em um desafio ou até mesmo recuperar completamente uma reserva. Os efeitos são bem diferentes e instigantes, e saber a hora certa de usar um encanto pode literalmente virar o jogo!

E a reserva de vitalidade indica basicamente a sua saúde. Os usos de cada uma das reservas é bem específico, e quando você falha ou tem problema em um desafio, o narrador pode as reduzir. Ou seja, saber gerenciar as 3 reservas é algo super importante para jogar encantos.

Fê.png

Focando nos conceitos

Encantos é um jogo com uma proposta leve e divertida, com muita ação e aventura, mas com temperos cômicos como em filmes descontraídos, histórias de garotas mágicas e seriados super sentai (e sim, você poderá fazer a transformação e usar uniformes personalizados e coloridos!). Olhando com mais calma, temos como centro da narrativa os conflitos de adolescentes inexperientes que se envolvem magicamente com aventuras bem incomuns, tendo a sua amizade posta à prova a cada momento. E somando a tudo isto, há um objetivo ultra importante: encantos deve ser  com aprendizagem fácil a novos jogadores. Agora vem a grande questão: como criar um jogo focado neste tipo de proposta?

O primeiro passo, que cada vez mais considero importante, é a linguagem. Encantos é o manual de rpg de mesa com a escrita mais divertida e fluida que já criei. As seções textuais são curtas, objetivas e focadas na explicação das regras e do clima do jogo. Há uma série de exemplos que apresenta cada mecânica e o manual acompanha 3 aventuras completas, 5 personagens prontas e uma série de dicas para criar aventuras e personagens em diferentes nuances, inclusive possuindo caixas de comentários para regras alternativas. E como a comunicação também se relaciona com o visual que o livro possui, a arte de Helena Dutra e o próprio logotipo desenvolvido por Diego Bernard foram pensados especificamente para a proposta de encantos. Inclusive todas as artes presentes nesta postagem são artes conceituais da Helena, e elas “contarão uma história” da capa até o final do livro. Aliás, há algumas histórias paralelas dentro do livro, chegando a dialogar com outros livros do Lampião. Mas hein? Hum… não posso dizer mais nada. Mas com certeza vocês vão se surpreender se tiverem uma leitura atenta ao manual de jogo. 😉

20190120_115244.jpg

O segundo passo para a criação de encantos foi pensar na construção de personagens de forma singular, apenas possuindo as características adequadas ao clima do jogo. Logo, no lugar de uma série de perícias e habilidades, encantos possui 3 eixos de atributos complementares (razão-emoção, criação-destruição, potência-precisão), que podem ser combinados com minúcias (detalhes que podem ser laços entre as personagens, desejos, problemas ou até mesmo detalhes nas cenas). E por aqui temos outra meta: fazer a criação de personagens simples, ágil e divertida. Em poucos minutos você tem uma personagem pronta, e encantos também possui um sistema de criação de cenários igualmente simples e intuitivo. Ou seja, há ferramentas para personalizar o seu jogo, bem como para o improviso durante as aventuras.

Outro passo importante para encantos é o regime de testes. Sendo um projeto bem diferente de outros jogos que criei aqui no Lampião, eu precisava por à prova o jogo com diferentes públicos. Inúmeras vezes voltei ao desenvolvimento e tive de reescrever vários detalhes, até que o jogo estivesse instigante, leve e simples na medida certa. E olha, testar e receber o retorno da galera é uma das coisas que mais me motiva. Se eu me diverti e se rolaram risadas loucas durante as partidas? PODE ACREDITAR! XD

Como disse, encantos nasceu como um projeto adequado aos novos jogadores. E isso se reflete na meta de desenvolvimento de criar um jogo acessível em vários aspectos. Ele dialoga com o repertório de jovens, não precisará de suplementos ou materiais adicionais, possui uma série de orientações a jogadores iniciantes e usa 3 dados comuns em suas mecânicas de resolução de conflitos, um desafio bem legal para mim, uma vez que eu tinha de brincar um pouco com o Sistema L’Aventure, que impulsiona o jogo.

Lento.png

O L’Aventure de encantos

O Sistema L’Aventure é o que move Déloyal, Arquivos Paranormais e Ceifadores. Mas cada aplicação do sistema gera algo novo, pois ele é mexido a cada proposta de jogo. E em encantos temos um L’Aventure muito mais leve e intuitivo. Para superar um desafio, você deve combinar 2 atributos e jogar os 3 dados comuns. Por exemplo, você pode somar precisão com razão em uma ação furtiva, ou ainda potência com destruição para atacar um inimigo. E dependendo das circunstâncias, o resultado de 1 dos 3 dados é mantido e adicionado à combinação dos atributos escolhidos.

As resoluções dos desafios (falha, problema, sucesso e crítico) se mantém, mas geram consequências diferentes em encantos. Mais do que indicar que você conseguiu ou não agir, elas podem mexer com as suas reservas, gerar mais adversidades, criar vantagens ou mesmo revelar algo despercebido, e tudo em um clima bem mágico e envolvente.

Sam.jpg

Uma aventura de encantos é estruturada em minúcias, pequenos objetivos que, caso cumpridos, aumentam as chances de um bom final da história. Isso mesmo, ao término de uma partida, é feito o desafio da aventura, uma jogada de dados que determina as consequências do que foi jogado para o mundo da aventura, o bairro das persoangens. Você já jogou algum jogo de videogame que tenha diferentes finais? Então imagine algo assim. Em encantos, todas as aventuras terão um final ruim (falha), outro parcialmente bom (problema), um bom (sucesso) e um excelente (crítico). Como as condições para estes finais são determinadas por como as minúcias da aventura são cumpridas, é praticamente impossível jogar a mesma aventura de forma igual por duas vezes. E é super divertido revelar os diferentes finais da aventura aos jogadores no final da partida!

Um dos grandes trunfos em encantos são as formas para adquirir experiência. Se encantos valoriza a amizade, quando você se arrisca e se sacrifica por seu amigo, você é recompensado por isso. Grande parte das formas que você adquire experiência se foca apenas em ajudar os seus amigos. Além disso, como é um jogo focado em situações aventurescas, quando você esgota reservas e aciona suas minúcias (como desejos, especialidades e laços), ou seja, dá tudo de si, também é recompensado. Ajustar os gatilhos certos para cada aquisição de experiência foi uma das tarefas mais difíceis durante a escrita de encantos, já que tinha as formas de recompensar os jogadores são impulsionam o jogar. Ah! E é possível gastar a experiência adquirida de diferentes formas, até mesmo partilhando o gasto com seus amigos para ter mais chances de sucesso no desafio da aventura.

Hugo.png

O que eu posso esperar de encantos?

Em resumo, encantos é um rpg descontraído sobre adolescentes que experimentam o mundo e protegem o seu bairro com poderes fenomenais, quase cósmicos! Pense em um jogo leve que fará você e seus amigos darem muitas risadas, enquanto histórias sobre amadurecimento juvenil estão em jogo. Pense também em um rpg fácil de aprender, jogar e narrar. Pensou nisso tudo? Então você já conhece encantos! Eu estou super ansioso por ele. E vocês? Então não deixe de acompanha o Lampião Game Studio!

received_339717846873553.jpeg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s