Tudo tem seu preço em Sombras Urbanas

– por JORGE VALPAÇOS

Sombras Urbanas é um rpg de fantasia urbana que está em campanha nesse momento (www.catarse.me/sombrasurbanas). Uma das coisas que faz o jogo ter um quê especial é o funcionamento das Dívidas no jogo. E é sobre isso e outras coisas que vamos falar nesse texto. Opa, mas se você quiser saber mais sobre Sombras Urbanas, é só dar uma olhada nos outros artigos aqui no Lampião ;).

Começando meio enrolado

Pode falar, nada é mais delicado que estabelecer as relações iniciais entre os personagens. Ok, por vezes flui legal, mas muitas vezes soa arbitrário e artificial. Pode ser um trabalho muito complicado para os jogadores e para quem conduz o jogo. Há saídas bem bacanas que diversos jogos trazem para relacionar a personagem com as demais e com o próprio cenário, com o universo de jogo. E Sombras Urbanas trata isso de uma forma incrível! De cara você já está imerso nas Dívidas. Acredite, isso vai te ajudar inclusive a sacar qual é o seu Arquétipo. Em outros termos, a relação entre sua personagem e as demais e a Cidade é parte da construção do cenário e do grupo de jogo!

Todos jogadores, ao terem em mãos a cartilha de seu arquétipo (a planilha de personagem), já possuem Dívidas que outros possuem com ele e que ele possui com outros. Cabe ao jogador indicar quem, personagem de outro jogador ou do Mestre de Cerimônias, se relaciona com essa Dívida. Ok, mas por que isso é interessante e atrelado ao conceito de personagem que você tem?

Resultado de imagem para hellboy cobrando dívida
“Finalmente um trabalho graúdo”, ser cobrado em uma Dívida gera sempre novos compromissos e mais e mais história para o jogo.

Um Vampiro já começa devendo a quem ajuda a ele se alimentar, mas quem foi o responsável por se tornar esse ser das trevas lhe deve. O Veterano treina alguém ou o ensina sobre os esquemas das ruas sombrias, então essa pessoa lhe deve. Mas alguém o tira do perigo, então o Veterano lhe deve. Isso quer dizer que cada arquétipo tem Dívidas iniciais bem atreladas ao seu conceito. Logo, amarrar o grupo de jogo entre si e à Cidade por meio dessa cama de gato de relações e interesses é algo que já dá bem o tom do tipo de jogo de Sombras Urbanas.

Jogando com as Dívidas

As Dívidas não servem apenas para dar um colorido inicial, elas fazem parte das mecânicas de jogo. Há uma série de condições em torno das Dívidas. Cobrar uma dívida é quando você chama “aquela pessoa que te deve” para fazer um favor. Já quando você Honra uma Dívida o caminho é o inverso. É sua vez de zerar um favor com alguém que te ajudou. Quando essas condições rolam, você marca a Facção da outra parte e, esse é um dos caminhos para evoluir a sua personagem.

Isso mesmo: se envolver com outros, dever e ter gente devendo para você é algo que faz o jogo funcionar, que te recompensa com Avanços de personagem e é irado ver essas negociatas rolando ingame, ou seja, dentro da experiência proposta em Sombras Urbanas.

Em Penny Dreadful as relações entre os personagens é bem complexa. Fica a dica para que você crie esse mapa de relacionamentos em suas partidas de Sombras Urbanas. Isso ajuda bastante a você posicionar as Dívidas entre as Personagens. 😉

Ok, mas você pode tentar Negar a cobrança de uma Dívida. Isso é possível. Contudo, você se arrisca, lança uns dados e pode terminar devendo mais ou em uma situação pior que você começou. É… bem como rola na vida, não é mesmo? É realmente melhor resolver os seus problemas.

Vamos negociar…

Mas como as Dívidas são feitas? Bem, isso pode rolar de várias formas. Há Manobras que possuem Dívidas como consequências, por exemplo. Mas isso pode ocorrer de forma fluida, quando alguém te pede uma mão para fazer algo. Sempre, sempre coloque o seu preço nisso. Entenda, você não está deixando de ser um companheiro de outro jogador, mas isso é que faz o jogo funcionar. Todos têm seus interesses e as relações por meio de Dívidas é algo fundamental para a experiência de jogo em um cenário de fantasia urbana.

Imagem relacionada
É a Yuuko, né. Preciso acrescentar algo?

A grande maioria de favores vale 1 Dívida. Algo grande vale 2 Dívidas e um esforço enorme 3. Veja, a questão não é banalizar o número de Dívidas. Por exemplo, o Maculado que fez um acordo com o “patrono” (o cramunhão?) deve 3 Dívidas a ele no início do jogo. Então não venha com um papo de pedir 3 Dívidas para alguém que pediu para você consertar o seu computador. Se não tiver focado na ficção, na história do jogo, isso nem demanda uma Dívida. Note, o sentido da economia de Dívidas em Sombras Urbanas é impulsionar a história para frente. Mas vamos pegar essa ideia mesmo, de consertar o seu microcomputador para ter um exemplo completo.

Imagine que no computador da Ciente há informações relevantes sobre uma determinada Facção. Sim, a Ciente guardou vários arquivos interessantes. Porém, sabendo que era algo comprometedor, um Mago poderosa selou aquele computador de forma mística. É hora da Ciente pedir para a Maga quebrar aquele selo. Ué, selo místico em um PC? Sim, isso é uma história de fantasia urbana, galera! Beleza, mas quanto vale isso? Essa é uma ação que demanda uma Dívida, está dentro da ficção, da proposta de Sombras Urbanas. A jogadora que interpreta a Maga normalmente colocaria o preço como 1 Dívida (é uma ação que não vai ser climática). O Mestre de Cerimônias pode ajudar a mensurar isso, claro, mas é interessante ver a negociação rolando. Algo mais complicado, como a remoção do feitiço lendário Baidu do micro da Ciente pode até valer 2 Dívidas. 3 Dívidas? Bem difícil, só mesmo se o computador tivesse sido danificado e fosse necessário voltar no tempo para ter acesso às informações (olha só, vocês acabaram de ganhar uma semente de aventura 😉 ).

Resultado de imagem para baidu
O lendário selo místico. Desafiador, não é mesmo?

Cobre e honre suas Dívidas e apoie!

Como vocês sabem, Sombras Urbanas possui muita relação com músicas. Acho que nada resume melhor essa mecânica que uma certa canção… É só ouvir e partir pro jogo! 😉

Apoie agora! www.catarse.me/sombrasurbanas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s